Destaques

Secretaria do Ambiente apresenta coletores de lâmpadas

População já pode entregar lâmpadas fluorescentes inservíveis em um dos 37 coletores instalados

lampada1

No próximo dia 1º de outubro, os servidores da Secretaria Municipal do Ambiente (SEMA) vão receber os representantes da Reciclus e empresários locais que aderiram à campanha de reciclagem de lâmpadas fluorescentes. Eles farão um café da manhã, às 9 horas, na Centro de Educação Ambiental do Parque Municipal Arthur Thomas, Rua da Natureza, 155, no Jardim Piza.

O encontro terá como objetivo a divulgação da parceria firmada para a instalação de 50 coletores de lâmpadas fluorescentes inservíveis, para que haja o descarte de forma ambientalmente adequada e em conformidade com a Lei 12.305/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Nos coletores, a população poderá descartar as lâmpadas fluorescentes de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista, geradas por pessoas físicas.

Atualmente, já estão instalados 37 coletores que a população pode encontrar em supermercados e em lojas de iluminação, materiais de construção e decoração da zona urbana e rural de Londrina. No momento, outro 15 pontos estão em tramitação para a instalação. A expectativa dos técnicos da Sema é que até o dia 15 de outubro todos os 50 estejam instalados.

lampada2A responsabilidade pela coleta e destinação adequada das lâmpadas será da Associação Brasileira para Gestão da Logística Reversa de Produtos de Iluminação (Reciclus). Isso porque, a associação foi criada pelos importadores de lâmpadas fluorescentes para atender a logística reversa no Brasil. Além disso, todo o transporte e a reciclagem desses produtos são realizados por empresas contratadas pela Reciclus.

Caberá aos empresários locais manter os coletores em bom estado de conservação e comunicar a associação quando houver a necessidade do recolhimento das lâmpadas. De acordo com a assessora de Gestão de Resíduos e geógrafa da SEMA, Mariza Pissinati, a Secretaria Municipal do Ambiente ajudou a intermediar a parceria, através de encontros com os comerciantes de lâmpadas e a associação.

“Entramos em contato com os empresários para explicar o sistema de logística reversa e nos colocarmos à disposição caso surja algum problema quanto à coleta e destinação. Paralelamente, informamos as empresas interessadas em receber os coletores para a Reciclus e acompanhamos a instalação. Desta forma, os empresários ficaram mais à vontade e nós estamos finalizando a instalação de 43 pontos, dos 50 estipulados pelo Acordo Setorial”, explicou Mariza.

Segundo a Política Nacional de Resíduos Sólidos, Lei Federal nº 12.305/2010, a responsabilidade da estruturação e implementação de sistemas de logística reversa para os produtos, como as lâmpadas sem utilidade, é compartilhada entre os geradores do setor empresarial, com o poder público e a coletividade. Assim, todos devem atuar em conjunto para garantir o retorno dos produtos após o uso pelo consumidor, de forma independente do serviço público de limpeza urbana e de manejo dos resíduos sólidos.

De acordo com a geógrafa da Sema, em Londrina, alguns comerciantes já recolhiam lâmpadas sem utilidade de seus clientes e arcavam com os custos da destinação adequada. “As empresas fabricantes e as importadoras estavam resistentes em cumprir com esta obrigação, mas, finalmente, a população tem os pontos de recolhimento disponíveis e com os custos cobertos pelas importadoras”, finalizou.

Postos de coleta de lâmpadas

A população pode descartar corretamete as lâmpadas inservíveis nos seguintes locais: Walmart (Rua Theodoro Victorelli, 150), Leroy Merlin (Rua Theodoro Victorelli, 650), Carrefour (Rodovia Celso Garcia Cid Km 377), Depósito Roseira (HL Materiais) (Rua Milão, 865), Eletro Conduluz (Av. Arthur Thomas, 345), Eletro Rede (Av. Duque de Caxias, 2855), Depósito Betel (Masironi & Cia) (Av. Saul Elkind, 3095), Eletro Ville (Av. Maringá, 652), Príncipe Casa e Construção (Av. Inglaterra, 111), Eletrotrafo (Av. Tiradentes, 1340), mercados da rede Super Muffato Aeroporto (Av. Robert Koch, 20; Av. Juscelino Kubitscheck, 2606; Rua Brasil, 533; Av. Duque de Caxias, 1200; Av. Ayrton Senna da Silva, 400; Av. Madre Leônia Milito, 1175; Av. Américo Deolindo Garla, 224; Rua Quintino Bocaiúva, 1045; Av. Presid. Eurico Gaspar Dutra, 55; Av. Saul Elkind, 2177; e Av. Tiradentes, 2200.

Também estão recebendo os materiais o Mercado Zaap (Av. Dr. Gustavo Avelino Correia, 170), Mercado São Luiz (Distrito de São Luiz), supermercados da rede Santarém (Av. Presid. Eurico Gaspar Dutra, 1300; Av. São João, 4065;Av. Saul Elkind, 1068; Rua Figueira, 640; Av. Saul Elkind, 4080), Depósito Araguaia (Rua Araguaia, 995), Diga Acabamentos (Rua Manoel Antunes, 400); Urso Materiais para Construção (Av. da Maratona, 480); Eletro LL Com. Mat. Elétricos (Av. Guilherme de Almeida, 767), Depósito Sanderson II (Av. Guilherme de Almeida, 3089), Musamar (Rua Pernambuco, 785), Vertical Materiais Elétricos e Aços (Rua Antônio Domingues Oliveira, 85), Eletro Centro Luz (Av. Duque de Caxias, 3621), e SupriLuz (Rod. Carlos João Strass, 155).

Fotos: Vivian Honorato

Etiquetas
Mostrar mais

Ana Paula Hedler

Gestora de Comunicação, especialista em Comunicação com o Mercado e Mestre em Ciência Política

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos