Cidade

Vereadores aprovam separação da Sercomtel Iluminação

Câmara também aprova transformação da Sercomtel Contact Center; os projetos seguem para a sanção do prefeito Marcelo Belinati

A Câmara Municipal de Londrina aprovou, nesta terça-feira(10), o Projeto de Lei 96/2019, que autoriza o Município a adquirir o controle acionário da Sercomtel Iluminação, transformando-a em sociedade de economia mista. A matéria obteve 16 votos contra, duas abstenções  e uma ausência.

Na mesma sessão, os vereadores aprovaram ainda o Projeto de Lei 98/2019, que autoriza o Município a transformar a Sercomtel Contact Center também em uma sociedade de economia mista, mas agora como uma Companhia de Tecnologia e Desenvolvimento, já que terá suas atribuições ampliadas na futura configuração empresarial. Neste caso, foram 14 votos a favor e quatro abstenções, além de uma ausência.

Ambas as empresas são subsidiárias da Sercomtel Participações e Sercomtel Telecom, respectivamente. Os projetos precisavam de, pelo menos, dez votos cada um para serem aprovados.

As duas matérias foram apresentadas pelo Executivo Municipal. O presidente da Iluminação e da Contact Center, Luciano Kühl, lembra que com as duas aprovações o processo de desestatização da Sercomtel Telecom fica melhor encaminhado.

Os projetos tramitaram em regime de urgência e já tinham sido aprovados com larga vantagem na sessão de quinta-feira da semana passada, em primeira discussão e votação. Na ocasião, os debates levaram cerca de três horas. Já na sessão de ontem, mesmo sendo votados separadamente, as duas proposições foram aprovadas em apenas trinta minutos.  Agora, ambas seguem para a sanção do prefeito Marcelo Belinati.

Foto: Marcelino -Sercomtel Iluminação

Etiquetas
Mostrar mais

Marcelino Jr

Jornalista, consultor, editor literário e especialista em "Comunicação Organizacional: Gestão Estratégica" pela Universidade Estadual de Londrina.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos