Cidade

Londrina briga por vagas na Seleção Brasileira de Taekwondo

A disputa será realizada no Grand Slam de Taekwondo 2020

A delegação londrinense embarca na próxima semana para Vitória, no Espírito Santo, para a disputa do Grand Slam de Taekwondo 2020. A competição será realizada entre os dias 6 e 9 de fevereiro e garante a formação da Seleção Brasileira de 2020. Serão ao todo 19 atletas de Londrina, já classificados para essa seletiva, em busca da vaga.

A equipe contará com nomes de peso. João Pedro Chaves, que foi por cinco anos consecutivos titular da Seleção Brasileira adulta; João Miguel Neto, reserva Olímpico de 2016; Vinicius Brunini, campeão Pan Americano em 2015; Bruno Martins Cardoso, vice-campeão mundial escolar em 2019; Gabriel Oliveira, campeão do Chile Open de 2019. A delegação ainda conta com a comissão técnica de Flávio Alves e Diogo Freire.

O técnico Flávio Alves confirmou a boa expectativa para a competição. “Neste Grand Slam participam os melhores do ano de 2019 de cada categoria, de Londrina classificamos quase 20 atletas. A preparação veio ao longo de 2019 e com os resultados nos campeonatos nacionais. A expectativa é colocar quatro atletas na Seleção. Temos reais chances de fazer isso acontecer. A Prefeitura, por meio da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), e o Instituto Paranaense de Esporte e Cultura (IPEC) fizeram as suas partes durante 2019 custeando eventos e agora vamos com toda a força pra bons resultados”, avaliou.

Para o técnico Diogo Freire, os lutadores estão bem preparados. “Fico muito grato em ver que o trabalho está sendo reconhecido e que os atletas estão conseguindo reproduzir o que fazem no treino na hora da competição. É claro que alguns são mais experientes, na hora da luta isso faz um pouco de diferença. Entretanto, todos estão preparados, todos tiveram a mesma carga e intensidade de treino, claro que alguns possuem sua individualidade, mas todos estão bem focados. Eu acredito muito que esse ano vai ser histórico para a gente, vamos bater o recorde de integrantes na seleção”, afirmou.

A equipe conta com o patrocínio da Prefeitura de Londrina, através Fundação de Esportes de Londrina (FEL), por meio do Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (FEIPE). E também do Instituto Paranaense de Esporte e Cultura, Esporte Paraná e CVC Cambé e Colégio Ética. “Agradeço o presidente do IPEC, Vagner Lopes, e ao da FEL, Fernando Madureira, pelo FEIPE, que dá um oxigênio para os atletas se manterem na pegada e com os sonhos olímpicos vivos”, concluiu Flávio.

Para imprensa: outras informações com o técnico Flávio Alves ou Diogo Freire, telefone disponível no N.Com, pelo 3372-4188

Texto: Heloisa Correa, sob supervisão do N.Com

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos