Destaques

Prefeitura padroniza técnicas fundamentais da Rede Municipal de Saúde

Conquista foi possível por meio do lançamento de um manual de Procedimento Operacional Padrão (POP), que traz diversos ganhos como a redução de riscos aos pacientes

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde de Londrina, lançou um Manual de Procedimento Operacional Padrão (POP) das Técnicas Fundamentais na Rede Municipal de Saúde de Londrina, com a finalidade de fazer a organização e uniformização dos principais procedimentos em saúde, que em geral são recorrentes ou repetitivas.

A iniciativa é resultado de uma construção pela Diretoria de Atenção Primária à Saúde (DAPS), Diretoria de Urgência e Emergência em Saúde (DUES) e Diretoria de Serviços Complementares de Saúde (DSCS) e visa apresentar resultados positivos que vão desde a qualificação do profissional até redução de riscos e aumento da satisfação dos usuários.

“Na área da saúde, aonde há um grande número de profissionais com diferentes formações acadêmicas proveniente escolas e tempos de experiência dispares, a realização das técnicas conforme a padronização permite que o usuário de nosso sistema de saúde, ao se submeter a um procedimento, tenha a mesma qualidade independente do turno, profissional ou serviço acessado”, explicou o secretário de saúde, Felippe Machado.

Divulgação

A enfermeira da SMS, Eni do Carmo de Souza, organizadora da iniciativa, contou que há mais de dois anos a DAPS se dispôs a iniciar o processo de elaboração e organização do POP, que surgiu do mapeamento da produção técnica e acadêmica sobre as técnicas elencadas no documento. “Posteriormente, a redação foi submetida a validação, um processo de avaliação, execução/treinamento da técnica e correção da mesma, por um grupo de profissionais composto especialmente por enfermeiros e médicos, representando todos os serviços assistenciais da Autarquia Municipal de Saúde de Londrina”, disse.

No documento, estão elencados 45 procedimentos, como: anestesia loco regional; traqueostomia; aferição da pressão arterial; sutura cirúrgica; curativo; teste do pezinho; coleta de citologia oncótica; lavagem auricular; gastrostomia; cateterismo vesical intermitente; remoção de corpo estranho, entre outros. Clique aqui para ter acesso completo ao documento.

 

Etiquetas
Mostrar mais

Dayane Albuquerque

Gestora de Comunicação - Jornalista da Prefeitura Municipal de Londrina, especialista em Comunicação Organizacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos