Cidadão

Projeto Opera Mundi resgata tradições musicais dos imigrantes de Londrina

Lançada nesta sexta-feira (1º), iniciativa é composta por e-book, vídeos e podcast; materiais estão disponíveis gratuitamente

Um registro cultural, histórico e afetivo das tradições musicais trazidas por imigrantes de diversas nacionalidades a Londrina. Essa é a proposta do projeto “Opera Mundi – Memórias Musicais dos Imigrantes”, que foi lançado nesta sexta-feira (1º) e é composto por e-book, vídeos e podcast.

A iniciativa, que é de autoria do músico e historiador Osório Perez, foi produzida com base em diversas entrevistas conduzidas com cidadãos de diferentes nacionalidades, residentes na cidade.

O projeto conta com gravações de músicas oriundas de diferentes culturas. Foto: Divulgação

Além de incluírem registros de canções folclóricas interpretadas por imigrantes, os áudios e vídeos que compõem o projeto também contêm entrevistas, histórias e palavras pronunciadas em idiomas estrangeiros. Esses materiais estão disponíveis, gratuitamente, nas contas do projeto no YouTube e Spotify. Já o e-book, também gratuito, detalha as trajetórias dos personagens entrevistados, dentro do contexto da história de Londrina, e também inclui retratos e fotos de família (clique aqui para acessar).

Perez contou que a inspiração para produzir o projeto veio de diversas fontes, incluindo suas experiências anteriores no universo da música e o interesse pelas manifestações musicais de diferentes culturas. “Participo do Clube do Choro, onde toco o vilão de sete cordas, e já tinha me envolvido em vários projetos e oficinas relacionados à música, mas queria trabalhar em algo de forma independente. Por isso, e por ter bastante interesse na música de diferentes culturas como a indiana, árabe e persa, decidi produzir esse trabalho. Outra motivação foi o fato de que, apesar de já existirem vários livros sobre a história de Londrina, há poucos relatos orais das pessoas que construíram essa história”, frisou.

Registro histórico incluído no e-book “Opera Mundi – Memórias Musicais dos Imigrantes”. Foto: Divulgação

Ainda segundo o músico, cada capítulo é dedicado a uma personalidade diferente, que representa uma ou múltiplas culturas. “O projeto mostra o que essas pessoas aprenderam com seus ancestrais e comunidades, e cada indivíduo é a expressão viva dessas tradições e repertórios”, salientou.

O projeto “Opera Mundi – Memórias Musicais dos Imigrantes” conta com patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic).

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos