Cidade

Londrina sedia Mostra Paranaense de Pesquisas em Saúde

Evento, copromovido pela Prefeitura, reúne apresentações de projetos inovadores, com premiação para as melhores iniciativas

Com o objetivo de ampliar a qualificação da atenção à saúde, tem início, nesta quinta-feira (11), a 5ª Mostra Paranaense de Pesquisas em Saúde. A abertura oficial acontece às 8h30, no Teatro Filadélfia, localizado na Avenida Juscelino Kubitschek, 1.626. O evento, que será realizado pela primeira vez em Londrina, inclui a apresentação de 365 trabalhos, projetos de pesquisas e relatos de experiências desenvolvidos nos serviços de saúde.

Destes, 97 foram selecionados para concorrer ao 4º Prêmio Inova Saúde Paraná, cuja apresentação e entrega irá ocorrer na sexta-feira (12), às 10 horas, com a participação do prefeito Marcelo Belinati, entre outras autoridades.

A Mostra Paranaense de Pesquisas em Saúde é uma realização do Instituto de Estudo em Saúde Coletiva (INESCO), em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde – Escola de Saúde Pública do Paraná, e promovida pela Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, e Centro Universitário Filadélfia (UNIFIL). O evento conta com apoio da Fundação Araucária, Sanepar, entre outras instituições de ensino superior e entidades e órgãos ligados à saúde.

Para o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, é uma alegria muito grande receber, de forma inédita, a quinta edição da Mostra de Pesquisas em Saúde. “Trata-se de um importante evento para a saúde pública, cujo objetivo é permitir a troca de experiências e a convivência entre os serviços, visando que as boas práticas realizadas em todas as vertentes sejam disseminadas e divulgadas, para que cada vez mais possamos ter um serviço público de qualidade”, afirmou.

Machado também citou o acolhimento aos inscritos na Mostra, vindos de outras cidades paranaenses. A estimativa da organização é que 500 pessoas compareçam durante o evento, como participantes ou ouvintes. “Estamos muito felizes em poder acolher e receber os participantes em nossa cidade, que é tão acolhedora. É uma honra ter essa oportunidade de recepcioná-los durante esses dois dias de muito aprendizado, trocas de informações, com construção, aperfeiçoamento e aprimoramento, sempre pensando em melhorar o serviço público”, mencionou.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Londrina vivencia o momento ideal para recepcionar um evento com o porte da 5ª Mostra Paranaense. “É o momento propício, pois coincide com o amplo Programa de Reestruturação da Saúde Pública do Município, conduzido pelo prefeito Marcelo Belinati. Também contamos com participação importante da SESA e demais municípios nesse evento que coloca novamente Londrina como farol e destaque na saúde pública no Paraná”, frisou.

Dentro do evento, ocorrerão outras atividades de forma conjunta, com agendas próprias porém sempre relacionadas à promoção das ações de educação permanente em saúde, capacitação profissional e, principalmente, a disseminação de boas práticas e de inovações na área. Haverá o 2º Seminário da Rede de Pesquisa em Saúde da SESA, o 2º Encontro de Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) no Paraná e o 1º Encontro da Rede de Preservação da Memória da Saúde Pública do Paraná.

A programação de quinta-feira (10) contempla apresentações em três painéis, das 14 às 19h30, com os temas Rede de Pesquisa em Saúde da SESA: situação atual e perspectivas; Inovação em saúde e Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) no Paraná; e Rede Paranaense de Preservação da Memória da Saúde Pública: situação atual e perspectivas. A agenda do dia deve encerrar com uma assembleia geral ordinária do INESCO.

Outros painéis serão apresentados na sexta-feira (12). Eles ocorrerão simultaneamente, das 8 às 9h30. Os tópicos abordados serão Saúde bucal no Paraná; Cuidados Paliativos no Paraná: situação atual e perspectivas; Dietas Hospitalares: proposta de padronização para a qualificação dos serviços; e Planejamento Regional: desafios e perspectivas das equipes gestoras.

Na sequência, às 10 horas, haverá a entrega do 4º Prêmio Inova Saúde Paraná, com encerramento do evento programado às 12 horas. “Parabenizo os nossos servidores que inscreveram seus trabalhos e vão divulgar práticas exitosas e experiências bem-sucedidas, que são realizadas diariamente nos nossos serviços de saúde.  E a SMS irá manter um estande, durante todo o evento, para atender a comunidade, divulgando várias ações e serviços prestados”, destacou o secretário municipal.

Rede Municipal – A Secretaria Municipal de Saúde é uma das entidades parceiras da Mostra Paranaense de Pesquisas em Saúde. Durante o evento, nos dois dias, um estande ficará disponível para a comunidade presente conhecer algumas práticas inovadoras que são desenvolvidas pelo Município, na rede pública de saúde.

Foto: Divulgação

No primeiro dia da Mostra, pela manhã, serão apresentados os projetos Petiatras e Focinhos que Salvam, realizados com usuários do Centro de Atenção Psicossocial 3 (Caps 3) por um grupo de cuidadores voluntários e pela Unifil, respectivamente. Pelo Petiatras, sete cães terapeutas visitam pessoas que estão acamadas em hospitais em Londrina crianças em tratamento contra o câncer e, semanalmente, os pacientes do CAPS 3.

O SAMUZINHO, iniciativa desenvolvida do Núcleo de Educação em Urgência (NEU), vinculado ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Londrina, também estará presente. Este projeto já visitou 84 escolas municipais, com a realização de ações educativas para, aproximadamente, 9.600 crianças na faixa etária de 5 a 12 anos de idade. Seu objetivo é, de forma lúdica e precisa, orientar os alunos sobre o funcionamento do SAMU, conscientizando sobre a relação das ligações indevidas e suas consequências, conhecidas como trotes.

A partir das 13 horas, profissionais do Núcleo Ampliado de Apoio à Saúde da Família (NASF) vão divulgar o Londrina InForma, lançado no mês de maio pela Prefeitura e que já está acontecendo em todas as Unidades Básicas de Saúde da área urbana.

Com o Londrina InForma, os pacientes inscritos participam de oito encontros semanais, são avaliados individualmente e recebem orientações para melhor cuidar da saúde física e mental. Isso inclui tarefas e atividades como exercícios de alongamento, fortalecimento muscular, alimentação saudável, cuidados com a saúde bucal, correção no consumo de água para garantir a hidratação, entre outros pontos. O projeto teve grande procura pela comunidade e algumas UBSs já possuem usuários em lista de espera, no aguardo de novos grupos.

E as Práticas Integrativas e Complementares (PIC’s), oferecidas na rede municipal de saúde, também serão apresentadas na Mostra Paranaense. Profissionais da rede municipal, com a devida formação, oferecem atendimentos de acupuntura, homeopatia, meditação, auriculoterapia e demais práticas, para a comunidade. Além disso, um Grupo Técnico criado para esse projeto promove Oficinas de Matriciamento, onde acontece a educação permanente e continuada sobre as PIC’s, com troca de experiências e construção de saberes.

Na sexta-feira (12), o estande da SMS irá expor o projeto das Hortas de Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs) e fitoterápicos. Essa iniciativa está sendo desenvolvida pela Saúde, em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento e outras instituições. Por meio do projeto, a comunidade terá informações sobre quais são as PANCs e os Fitoterápicos, aprendendo a identifica-los e como aproveitá-los, seja por meio de chás, infusões, ou até mesmo como tempero e na alimentação diária. No estande, estarão disponíveis algumas mudas e as receitas que utilizam esses produtos.

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, no 3372-9434

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos