Cidadão

Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começa na segunda

Mobilização é voltada para todas as crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, lançada pelo Ministério da Saúde, inicia na próxima segunda-feira (7) e vai até o dia 25 de outubro, para todas as crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos. A abertura da mobilização acontecerá na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Panissa, com a presença do secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, que acompanhará o início da vacinação e atenderá a imprensa, às 14 horas. A unidade fica na Rua da Ginástica Olímpica, 195, Jardim Maracanã.

Todas as UBSs de Londrina, na zona urbana e rural, estarão aplicando a dose da vacina tríplice viral, que além do sarampo, protege contra caxumba e rubéola, de segunda a sexta-feira. O horário de funcionamento das unidades da zona urbana é das 7 às 19 horas, e as da zona rural seguem horário próprio. No sábado do dia 19 haverá o Dia D de mobilização nacional, onde todas as UBSs da zona urbana estarão abertas para realizar a imunização das crianças que estão dentro desta faixa etária. Durante a campanha, as unidades de saúde também vão fornecer os atentados de vacinação, documento obrigatório para matrícula escolar.

A diretora de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, Sônia Fernandes, destacou que, em Londrina, a cobertura vacinal contra sarampo, para as crianças de 6 meses a menores de 1 ano, é baixa, em torno de 48%. Isso porque de 5.182 crianças residentes no município com estas idades, apenas 2.529 foram imunizadas.

“O MS abriu uma dose adicional para estas crianças, pela ocorrência de casos nesta faixa etária, inclusive graves. Temos quase 60 dias de vacinação para este público, por isso a vacinação já deveria estar próxima a 100%. Então, um dos objetivos deste chamamento do Ministério da Saúde é justamente despertar, nos pais e responsáveis por estas crianças, a necessidade de levá-las para serem vacinadas. E para os que não possuem tempo durante a semana, haverá o Dia D, no sábado”, enfatizou.

A vacinação contra o sarampo é indicada para pessoas com idade entre 1 e 29 anos (duas doses); 30 a 49 anos (uma dose); e acima de 50 anos, em circunstâncias especiais. Os profissionais de saúde devem receber duas doses, independentemente da idade. A eficácia da vacina está em torno de 90%. O total de doses da vacina tríplice viral, aplicada em Londrina, no mês de setembro, foi de 7.133. Até junho, a média mensal de aplicação foi de 1.200 doses.

No Brasil, houve um crescimento acelerado dos casos da doença, principalmente no estado de São Paulo. O Paraná contabiliza 59 confirmações de sarampo e 270 casos estão em investigação . Londrina registra sete casos suspeitos, aguardando o resultado de exames laboratoriais. Destes, três tinham vínculo com o estado de São Paulo e quatro com a cidade de Maringá. Apenas um caso suspeito é de uma criança e os demais são de adultos jovens, entre 17 e 30 anos.

Segunda etapa – A campanha do Ministério da Saúde abrirá uma segunda etapa, em novembro, entre os dias 18 e 30, para adultos jovens não vacinados, na faixa etária de 20 a 29 anos. O Dia D, de mobilização nacional, para este público, será no dia 30 de novembro.

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com a diretora de Vigilância em Saúde, Sônia Fernandes, no 3372-9479.

Etiquetas
Mostrar mais

Dayane Albuquerque

Gestora de Comunicação - Jornalista Prefeitura Municipal de Londrina

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos