Cidadão

Grupo de apoio Mães Que Cuidam realiza palestra nesta sexta-feira (4)

Iniciativa da Secretaria de Recursos Humanos, o grupo é direcionado aos cuidados com filhos que possuem alguma patologia grave e por isso necessitam de atenção especial

Na próxima sexta-feira (4), a partir das 8h30, o grupo de apoio “Mães que Cuidam”, iniciativa da Secretaria Municipal de Recursos Humanos (SMRH), realizará uma palestra de abertura, no auditório da Prefeitura Municipal de Londrina, localizado no segundo andar. Ministrada pela mentora familiar Juliana Flores, a apresentação “Minha experiência como mãe de uma criança com uma síndrome genética rara” é gratuita e voltada para servidores municipais, sem necessidade de fazer inscrição.

A palestrante Juliana Flores é psicopedagoga especialista em neuroaprendizagem e educadora parental. Escritora do livro “A Colecionadora de Milagres”, trabalha como mentora familiar na Comunidade Mulheres Transformadoras (CMT), um grupo fechado na internet, onde dá aulas para mulheres dentro do conceito de família. Na comunidade, aborda questões de relacionamento, comunicação e criação de filhos.

Segundo Juliana Flores, a palestra será uma forma de auxiliar quem passa pela situação de criar um filho que necessita de cuidados especiais. Através do relato da própria experiência, ela buscará ressignificar o que é a situação para quem a vive, colocando a gratidão como uma forma de superação.

Flores explicou que seu livro conta a sua própria história, sobre como foi a descoberta da síndrome do seu filho Isaac, diagnosticado com encefalopatia necrosante aguda com mutação genética. Em sua página no Instagram, apresenta detalhes do dia a dia nos cuidados com o filho. “O livro informa sobre a doença e também tem um cunho espiritual. Tendo conhecimento do livro, a Secretaria Municipal de Recursos Humanos da Prefeitura me fez o convite para ministrar a palestra, porque é tão sobrenatural o que vivi com o Isaac, que serve de inspiração para muitas mães”, observou.

A SMRH, visando o bem-estar dos servidores municipais, promove diversos grupos de apoio de temáticas variadas. Entre eles, o grupo “Mães Que Cuidam”, promovido pela Diretoria de Saúde Ocupacional (DSO) mensalmente desde 2019, com o objetivo de dar apoio e acolher as servidoras mães de filhos que possuem  alguma patologia grave e necessitem de acompanhamento.

A palestra de sexta-feira (4) será a abertura do grupo para os encontros de 2022. Portanto, servirá como uma apresentação do trabalho, que contará com encontros mensais, a serem marcados de acordo com a disponibilidade das mães participantes. Em cada encontro é abordado um tema relacionado à maternidade de crianças que necessitam de atenção especial. Quem se interessar em participar do grupo, pode posteriormente entrar em contato com a assistente social da SMRH, Rita de Cássia Fioratte, pelo telefone 3376-2552.

A assistente social, que coordena o grupo de apoio, contou como surgiu a iniciativa, três anos atrás. “A ideia surgiu a partir de diversos atendimentos que fizemos a mães que têm filhos com patologias ou síndromes, como o autismo. É um grupo de escuta, de apoio às mães, pois muitas delas ficavam deprimidas quando recebiam o diagnóstico do filho, sem saber como lidar com a situação”, explicou Fioratte.

Mais informações podem ser obtidas com assistente social da SMRH, Rita de Cássia Fioratte, pelo telefone 3376-2552.

Texto: Samir Kadri, sob supervisão dos jornalistas do Núcleo de Comunicação da Prefeitura de Londrina

Etiquetas
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos