Cidadão

X Conferência de Políticas para as Mulheres acontece neste sábado (11)

Interessadas em participar como ouvintes podem se inscrever no local do evento, que acontece no auditório da Prefeitura de Londrina, a partir das 8h

Neste sábado (11), das 8h30 às 12h30, acontecerá a X Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres, no Auditório da Prefeitura do Município de Londrina, situado à Avenida Duque de Caxias, 635, 2º andar, Centro Cívico. O credenciamento para as pessoas interessadas em participar como ouvintes começará às 8h, no próprio local do evento.

Os ouvintes têm direito à voz na conferência, mas o voto nas moções e encaminhamentos é aberto apenas para as inscritas como delegadas. O objetivo central da conferência é eleger as pessoas que representarão as entidades da sociedade civil no Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres (CMDM), durante os anos de 2022 a 2026. Para tanto, o CMDM já publicou a homologação das entidades inscritas como delegadas, no próprio site (clique aqui). Entre elas estão a Associação Mulheres EIG – Evangélicas por Igualdade de Gênero; Associação Casa de Apoio Madre Maria Gertrudes; Associação Nós do Poder Rosa; Instituto Ébera; Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); Instituto Coletivo Black Divas; Plenária de Mulheres Negras da Região Norte do Paraná; Rede Feminista de Saúde; Sindicato dos Bancários de Londrina e Região; Sindicato dos Corretores de Imóveis; Sindicato dos Trabalhadores Rurais; e da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

A presidente do CMDM, Rosalina Batista, lembrou que não basta apenas as entidades terem se inscrito para concorrer a uma vaga no conselho, pois para a efetivação da participação é necessária a presença no dia da conferência, quando serão eleitos todos os representantes titulares e suplentes. É durante a conferência que se  elegem as entidades para compor o conselho municipal, discutem-se as políticas públicas e faz-se o controle social. “O CMDM é muito atuante na defesa dos direitos da mulher e têm um respeito e reconhecimento muito bom junto às entidades, mas com a pandemia a gente teve muitas baixas que não puderam ser repostas, porque não teve a conferência. Agora, as entidades que se inscreveram precisam participar presencialmente da conferência, porque se não estiver lá perderá a vaga”, explicou Batista.

Para a secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Liange Doy Fernandes, é muito importante que os cidadãos comuns e as representantes da sociedade civil participem da conferência, por isso ela convida todos a participar. “Chamamos as mulheres, para que elas participem da X Conferência de Políticas para as Mulheres, que acontecerá neste sábado, dia 11 de junho, das 8h30 às 12h30, no auditório da Prefeitura, porque é nessa conferência que vamos eleger as novas conselheiras municipais, que representarão a sociedade civil e serão a voz de muitas outras mulheres na construção de políticas públicas, aqui na cidade de Londrina”, convidou.

O objetivo do encontro será promover, qualificar e garantir a participação da sociedade, em especial das mulheres, na formulação e no controle das políticas para mulheres no Município de Londrina; assim como fortalecer a atuação do CMDM e divulgar suas ações, ampliando a possibilidade de participação da sociedade civil organizada em sua gestão; avaliar o Plano Municipal de Políticas para as Mulheres, com vistas à sua ampliação e ao seu aprimoramento; a aprovar o Regulamento Interno da Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres dando publicidade às suas recomendações, que serão registradas em Relatório Final.

Sobre a presidente do conselho lembrou que as conferências são espaços democráticos e abertos a participação de todos que buscam, através do diálogo e da troca de ideias, tratar de assuntos importantes, como aqueles contidos nos eixos estruturantes dos Planos Nacionais de Políticas para as Mulheres (PNPM). “Nós trabalhamos baseadas nos planos nacionais e, agora, estamos participando assiduamente das discussões do Plano Diretor, em especial, dos usos dos meios de  transporte coletivo, porque a maioria dos usuários é mulher. Acredito que o mais importante é lutar para que os programas e projetos virem política pública, que é um direito do cidadão que o Estado deve garantir”, lembrou Batista.

Cronograma

  • Às 8h – Credenciamento das delegadas e inscrição para observadores
  • Às 8h30 – Abertura Oficial
  • Às 8h45 – Início da plenária – Aprovação do Regulamento Interno
  • Às 9h30 – Apresentação do Relatório Final das prés-conferências
  • Às 10h – Coffee break
  • Às 10h30 – Apresentação da Avaliação e Monitoramento do Plano Municipal de Políticas para as Mulheres de 2020-2022.
  • Às 11h – Apresentação e votação das moções
  • Às 11h30 – Eleição da sociedade civil – CMDM Gestão 2022-2026
  • Às 12h – Proclamação do resultado da eleição
  • Às 12h15 – Encaminhamentos e recomendações da conferência encerramento
Etiquetas
Mostrar mais

Ana Paula Hedler

Gestora de Comunicação, formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, especialista em Comunicação com o Mercado pela Universidade Estadual de Londrina e Mestre em Ciência Política pela Universidade Federal do Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos