Cidade

Servidores são capacitados para o Plano de Mobilidade Urbana

Curso com três módulos aborda sobre projetos viários e softwares simuladores de tráfego; a primeira etapa vai até 13 de fevereiro

O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL) e a empresa LOGIT, órgãos responsáveis pelo desenvolvimento do Plano de Mobilidade Urbana de Londrina, estão realizando um treinamento interno para servidores da Prefeitura, visando aperfeiçoar a elaboração e o acompanhamento dos projetos realizados no município. Na manhã desta terça-feira (11), cerca de 35 profissionais iniciaram o curso, entre engenheiros, arquitetos, agrimensores e topógrafos, dentre outros, da Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação, IPPUL e Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU).

O primeiro módulo conta com três dias de curso, até quinta-feira (13), sendo focado em projetos viários e uso de novas ferramentas, como a plataforma BIM (Building Information Modeling), que o Município começa a implantar para aprimorar a qualidade, desempenho e controle dos serviços prestados, principalmente com relação às obras públicas. Trata-se de um conjunto de tecnologias e processos integrados direcionados a melhorar a sistemática de elaboração de projetos de construção civil e outros.

Foto: IPPUL

Segundo a diretora de Trânsito e Sistema Viário do órgão, Denise Ziober, a proposta da primeira etapa é fornecer conhecimentos aos servidores acerca de estratégias modernas que serão úteis tanto para a finalização do Plano de Mobilidade, em fase final de formulação, como para melhorar a criação e execução dos projetos viários da cidade. “A intenção é agilizar processos que já são desenvolvidos e facilitar a execução de projetos que estão prontos mas precisam ser revisados ou readaptados para entrar em prática. O BIM é um desses instrumentos que podem facilitar o planejamento e controle dos projetos, reduzindo a chance de erros e tornando-os mais eficazes”, afirmou.

Ziober contou que o Município tem previsão de adquirir novos softwares nos próximos meses para impulsionar a modernização dos projetos. Duas dessas ferramentas serão assuntos tratados nos próximos encontros da capacitação para servidores. “O segundo módulo do curso irá abordar o software de modelagem PTV Visum, utilizado para simulação de tráfego, que trabalha com banco de dados e modelos matemáticos voltados à projeção de cenários, podendo mensurar e prever obras e intervenções no sistema viário, como transposições, alargamentos, e apontamentos sobre custo e execução de obras, por exemplo”, informou a diretora.

No terceiro momento da capacitação, o foco será o software Vissim. De acordo com Ziober, o instrumento permite cruzar dados, fazer simulações e indicar soluções diversas referentes ao trânsito de uma cidade. “É possível testar alternativas e projetar sua eficácia antes do projeto ser efetivamente elaborado. O sistema trabalha contagem de tráfego, disposições de trânsito, elementos como intersecções, cruzamentos, rotatórias e semáforos, entre outros”, completou.

Plano de Mobilidade – Na reta final de elaboração, o Plano de Mobilidade Urbana de Londrina está agora na fase de formulação de projetos específicos, que somam cerca de 55 itens já registrados, debatidos e com apontamentos feitos pela equipe que conduz os trabalhos. Após a realização de audiências públicas, recebimento e análise de propostas, além da apresentação de prognóstico, o Plano agora passa pela verificação de pontos específicos e simulações para gerar as melhores soluções, e mais economicamente viáveis, dos gargalos existentes.

Três pilares agora abrangem as propostas já levantadas para as avaliações específicas: Arranjo Institucional, Estudo da Região Central e Transporte Coletivo, já pensando na implantação do sistema BHLS de transporte urbano, dentro do projeto SuperBus. Isso tudo fará parte do projeto de lei que será encaminhado posteriormente à Câmara Municipal de Londrina.

O Plano de Mobilidade visa traçar um panorama sobre o horizonte do município de Londrina para os próximos 20 anos, norteando as políticas públicas a serem desenvolvidas neste segmento. O objetivo é organizar o crescimento do município de forma integrada, gerando mais qualidade de vida para a população e atendendo à legislação federal.

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com a diretora de Trânsito e Sistema Viário do órgão, Denise Ziober, pelo telefone 3372-8406

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos