Cidadão

Terceira edição da feira Arte na Praça acontece neste sábado

A iniciativa é uma realização do Movimento de Economia Criativa de Londrina, junto à Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres

Londrina receberá, neste sábado (15), das 17h às 21h, na Praça Júlio Amaral Neto, a terceira edição da Feira Arte na Praça. Promovida pelo Movimento de Economia Criativa da cidade, em parceria com a Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres (SMPM), o evento contará com cerca de 60 artesões, que irão expor produtos feitos à mão. A Praça fica no Mercado Guanabara, localizada entre a Avenida Higienópolis e a Rua Santiago.

Divulgação

Dentre os itens ofertados estão acessórios, vestimentas, alimentação (inclusive vegana), flores e diversos tipos de produtos artesanais, como bonecas, bijuterias sustentáveis e mesas postas. De acordo com a coordenadora do Movimento de Economia Criativa, Maria Zanatta, a feira visa enaltecer o trabalho dos artesões de Londrina. “É importante que as pessoas saiam um pouco dos shoppings e conheçam o que a cidade está desenvolvendo em relação à arte e culinária. O movimento Arte na Praça pretende criar uma cultura de feira de feito à mão, com intuito de unir os artesões londrinenses para a venda e exposição dos seus produtos. Queremos agregar o maior número de pessoas possíveis, valorizando os produtos feitos no município e, desta forma, gerar renda aos artesões”, contou.

O evento terá também a participação de, pelo menos, cinco mulheres do projeto Arte Mulher, que é uma iniciativa, promovida pela SMPM, com o objetivo de realizar feiras artesanais, no calçadão da cidade, durante os primeiros 15 dias de cada mês. A ação é destinada, apenas, à mulheres acima de 18 anos e conta com cerca de 40 participantes.

Segundo o gerente de Ação Formativa da SMPM, Almir Moreira Júnior, a proposta da feira Arte na Praça vai ao encontro dos propósitos do projeto Arte Mulher. “Esta feira agrega muito para as mulheres do nosso projeto. No evento, como terão diversos outros artesãos de Londrina, as participantes do Arte Mulher poderão analisar como está o mercado de artesanato na cidade e como está a qualidade dos seus produtos”, afirmou.

Outro ponto destacado por Moreira é a importância da visita da população à praça. “Participar de uma feira é saudável para o município e para a comunidade. A população passa a conhecer os espaços públicos. Utilizar a praça é, portanto, um jeito de trazer as pessoas para estes locais”, disse.

A exposição ainda contará com um espaço infantil para o divertimento das crianças e banheiros químicos para o uso da população. Anteriormente, em 2019, a mesma atividade já havia acontecido nos dias 23 de novembro e 7 de dezembro. Já a próxima edição está marcada para 7 de março, em comemoração à semana da mulher.

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com a coordenadora do Movimento de Economia Criativa, Maria Zanatta, pelo telefone, 99956-7329, ou com o gerente de Ação Formativa da SMPM, Almir Moreira Júnior, pelo 3372-0112.

Texto: Pedro Nunes sob supervisão dos jornalistas do N.Com

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos