CidadeCoronavirus

Prefeitura intensifica fiscalização para conter avanço da Covid-19 em Londrina

Participam das ações a Guarda Municipal, Secretaria de Fazenda e Vigilância Sanitária; estabelecimentos comerciais e pessoas físicas em áreas públicas foram orientadas no primeiro dia.

A Prefeitura de Londrina, por meio da Guarda Municipal, Secretaria Municipal de Fazenda e Vigilância Sanitária, endureceu a fiscalização para conter o avanço do coronavírus na cidade. Desde ontem, quinta-feira (21), os fiscais foram às ruas para cumprir os artigos do decreto municipal 602/2020, publicado na quarta-feira (20).

Foto: Emerson Dias

De acordo com o documento quem for flagrado descumprindo as medidas estabelecidas poderá sofrer sanções que variam de advertência a cassação do alvará. Foi fiscalizado o uso de máscaras em vias públicas, aglomeração de pessoas, falta das medidas de profilaxia e higienização dos estabelecimentos, presença e permanência de pessoas em áreas públicas de lazer, entre outras coisas.

A central da Guarda Municipal foi responsável pelo direcionamento do trabalho. Foi registrado o recebimento de 120 denúncias na data de ontem e os fiscais lavraram 33 termos de notificações e autuações. Durante a manhã e à tarde foram fiscalizados estabelecimentos comerciais que abriram ou fecharam fora do horário estabelecido pelo decreto, e também foi feita orientação para pessoas nas áreas públicas. O decreto reforçou a interdição das praças, parques e demais espaços públicos,  enquanto perdurar o estado de calamidade. À noite o foco foi em bares e restaurantes.

O secretário municipal de Defesa Social, Pedro Ramos, destacou a efetividade da regulamentação e garantiu que o trabalho de fiscalização continua no município. “É importante destacar que esse novo decreto é mais efetivo. A parte de orientação ocorreu nas normas anteriores. Agora nós estamos efetivamente indo fiscalizar e autuar quem estiver cometendo infração. Nós já fizemos um trabalho de orientação por mais de um mês e tem um pequeno seguimento da sociedade que não entendeu a mensagem, razão pela qual nós estamos nas ruas e estamos fiscalizando, montando turnos e escalas diferentes para alcançar aqueles infratores de acordo com indicação das estatísticas, ou seja, no início da abertura do comércio, no final e à noite, principalmente nos bares”, frisou.

Foto: Emerson Dias

Ramos disse ainda que o uso da máscara tem sido observado. “Nós não temos tanta infração nesse sentido nesse primeiro momento. De qualquer forma, nós estamos levando máscaras para abordar as pessoas e verificar porque que não está usando e entregando um exemplar. Esperamos que com isso a gente consiga controlar esse processo de contaminação, e que a gente possa colaborar com a saúde para que as coisas terminem bem ao final dessa pandemia”, informou.

Além da fiscalização os guardas municipais reforçaram o patrulhamento preventivo nas ruas comerciais que foram alvos de denúncias, como por exemplo, as ruas Sergipe, Brasil e Uruguai, além do calçadão e das  avenidas Inglaterra e Saul Elkind.

Foto: Emerson Dias

Na noite da última quarta-feira, após a publicação do decreto 602/2020, a central da GM recebeu 19 denúncias. Foram lavrados oito termos de constatação, três estabelecimentos foram fechados, dois bares e uma tabacaria.

A central 153 da Guarda Municipal continua à disposição para recebimento das denúncias. O serviço funciona 24 horas por dia.

 

Texto: Bruno Amaral/Defesa Social

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos