Destaques

Obras do Tecnocentro de Londrina avançam para fase final

Espaço, que pretende reunir startups, incubadoras e demais instituições do setor de inovação, deve ser entregue em janeiro

Com previsão de conclusão para janeiro de 2021, as obras do Centro de Desenvolvimento Econômico (Tecnocentro) de Londrina estão prestes a entrar na fase final. Localizado na Rua Henrique Caetano Gomes, dentro do Parque Tecnológico de Londrina Francisco Sciarra, o Tecnocentro conta com uma área total de mais de três mil m², e vai abrigar startups, empresas e demais instituições da área de inovação.

Foto: Vivian Honorato

De acordo com o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Ubiratan, as obras estão em ritmo acelerado. “A parte superior do prédio está finalizada, agora faltam apenas alguns detalhes do piso térreo. Também já se encontra em fase de licitação a climatização com ar-condicionado do prédio”, citou.

Ubiratan informou que, concluídas as obras do Tecnocentro, juntamente com a instalação dos aparelhos de ar-condicionado, o espaço poderá ser utilizado pelas empresas, indústrias e instituições. “Com essas etapas concluídas, o prédio ficará apto a iniciar suas atividades, que serão geridas por todo o Ecossistema de Inovação em parceria com a Codel”, disse.

A empresa que está atuando na obra do Tecnocentro é a Reconstrul Construções Civis, vencedora da licitação. Os trabalhos previstos no contrato incluem, no pavimento térreo, o Laboratório de Alimentos, módulos menores para laboratórios e empresas, recepção, auditório, escritórios, sanitários, salas de reunião, cozinha e copa, praça de alimentação, arquivo e administração.

Foto: Vivian Honorato

Já no pavimento superior, o Tecnocentro contará com laboratório, sala de reuniões, recepção, áreas destinadas para empresas e sanitários. E na área externa, estacionamento, áreas técnicas para equipamentos e guarita. Os recursos investidos para obra chegam a R$ 2.915.132,35, em valores atualizados.

A proposta é que o Tecnocentro seja a sede do Ecossistema de Inovação de Londrina. O espaço será voltado para incubadoras e aceleradoras, coworkings, hackathons, além de parcerias com fundos de investimentos. “O Centro de Inovação será um local onde o poder público e a sociedade civil organizada estarão alinhados para fomentar a inovação em Londrina”, concluiu Ubiratan.

Além do Tecnocentro, o Parque Tecnológico Francisco Sciarra será a nova sede das empresas ER-BR Energias Renováveis, Elitesoft e a Indusbello.

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Ubiratan, no 3379-2300.

Etiquetas
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos