Destaques

Ex-governador e arquiteto Jaime Lerner projetou o Calçadão de Londrina

Projeto urbanístico executado pela Prefeitura em 1977 era inovador para a época, dando prioridade aos pedestres e criando ponto de encontro para os londrinenses

Falecido na madrugada desta quinta-feira (27), o ex-governador do Paraná, ex-prefeito de Curitiba, arquiteto e urbanista, Jaime Lerner, foi responsável por projetar, em 1976, um dos pontos londrinenses mais icônicos: o Calçadão da avenida Paraná. Antes disso, Lerner coordenou a elaboração do primeiro Plano Diretor do Município em 1968. O projeto urbanístico desenvolvido reconhecia a importância do Lago Igapó para a cidade e propunha uma série de medidas para aperfeiçoá-lo.

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, expressou sua solidariedade à família de Lerner. “É um dia triste e pedimos a Deus que dê força aos familiares neste momento. O ex-governador deixou uma história bonita no Estado e foi um dos maiores arquitetos do Brasil, sendo que seu legado está presente inclusive em Londrina”, disse.

Foto: Arquivo pessoal

Em 1976, a Prefeitura de Londrina contratou Lerner para desenvolver um projeto chamado “Novo Centro”, que propunha diversas soluções urbanísticas para a área central do município. Entre as inovações apontadas pelo arquiteto, estava o fechamento de três quadras entre as praças Gabriel Martins e Willie Davids, com a instalação de bancos, floreiras e quiosques característicos. A proposta foi inspirada no Calçadão implantado por Lerner na Rua das Flores, em Curitiba, em 1972, quando era prefeito da capital paranaense. Com isso, Londrina passou a ter o segundo Calçadão do Brasil, que foi construído pela Prefeitura em 1977 e inaugurado em 10 de dezembro daquele ano, data do aniversário de 43 anos da cidade. Na década de 1990, o Calçadão ganharia mais duas quadras, sendo expandido até a Rua Prefeito Hugo Cabral.

Foto: Vivian Honorato

A arquiteta do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (Ippul), Amanda Salvioni, contou que o caderno que contém os projetos desenvolvidos pelo ex-governador para o município encontra-se no Museu Histórico de Londrina. “As ideias e projetos deixados por Jaime Lerner foram verdadeiramente revolucionários para a época. Entre elas, estavam a priorização dos pedestres, a implantação de vagas de estacionamento rotativo e a identificação das vocações de cada praça. Graças à sua visão, temos uma área voltada aos pedestres no coração da cidade, que se tornou um ponto de encontro dos londrinenses”, disse.

Atualmente, o IPPUL estuda a viabilização de um projeto de restauro do trecho do Calçadão localizado entre a Avenida Rio de Janeiro e a Rua Minas Gerais. Esse segmento, onde se localiza o Cine Teatro Ouro Verde, é área envoltória deste bem tombado como patrimônio histórico estadual. Por isso, o restauro deverá manter as características paisagísticas originais e a ambiência do local.

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com a arquiteta do Ippul, Amanda Salvioni, pelo telefone (43) 3372-8418.

Etiquetas
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos