Destaques

Prefeitura e Cops assinam convênio para realização do concurso da Guarda Municipal

A partir de agora, o edital para o concurso pode ser publicado a qualquer momento; interessados devem acompanhar as páginas da Prefeitura e da Cops UEL

Os interessados em fazer parte da Guarda Municipal de Londrina já podem começar a estudar para a prova teórica e se preparar para o Teste de Aptidão Física (TAF). Isso porque a Prefeitura de Londrina anunciou, na tarde desta sexta-feira (27), que a Coordenadoria de Processos Seletivos da Universidade Estadual de Londrina (Cops UEL) será a organizadora do concurso público para o provimento de 35 vagas para guardas municipais.

A assinatura do convênio entre a Prefeitura de Londrina e a Cops UEL foi realizada no campus universitário e contou com a presença da secretária municipal de Recursos Humanos, Julliana Faggion Bellusci, do secretário municipal de Defesa Social, coronel Pedro Ramos, e do diretor administrativo da Cops, Roberto Mantoani. A partir de agora, o edital com todas as informações sobre o concurso público pode ser publicado a qualquer momento.

Equipes da Prefeitura e da Universidade reunidas durante a assinatura do convênio. Foto: Emerson Dias / NCom

Segundo a secretária de Recursos Humanos, o concurso vem para repor o efetivo da Guarda Municipal de Londrina, que atualmente conta com 310 profissionais concursados. “Depois de um longo processo licitatório e uma conversação entre os órgãos públicos, que é morosa devido ao rito legal que devemos seguir para garantir a lisura do processo, aparamos todas as arestas possíveis, para fazermos um processo indubitável. Esperamos que, depois de 10 anos de espera por esse concurso, consigamos atender às expectativas da população. Agora, é contagem regressiva para a publicação do edital”, contou Bellusci.

Secretário de Defesa Social, coronel Pedro Ramos, com a Secretária de Recursos Humanos, Julliana Bellusci. Foto: Emerson Dias / NCom

O secretário municipal de Defesa Social, coronel Pedro Ramos, frisou que a realização do concurso para a contratação de guardas municipais representa o cumprimento de uma das metas da atual gestão. Ramos elencou avanços importantes obtidos nos últimos anos pela Defesa Social, incluindo a compra de novos equipamentos, a capacitação dos guardas e a preparação para que atuem como agentes de trânsito. “Com a assinatura desse contrato, o edital do concurso será publicado em breve. Por isso, convocamos todos os interessados para que se preparem, façam suas inscrições e realizem o melhor concurso possível. Por meio desse processo, esperamos atrair a mão de obra mais qualificada para a Guarda Municipal, porque isso certamente vai reverter em uma melhor prestação de serviços à nossa sociedade”, apontou.

Os interessados devem ficar atentos aos sites da Prefeitura de Londrina (www.londrina.pr.gov.br/) e da Cops UEL (www.cops.uel.br/) para mais informações. A publicação do edital também será anunciada nas redes sociais oficiais da Prefeitura no Instagram (@prefalondrina) e no Facebook (https://pt-br.facebook.com/prefeituradelondrina/), assim como na página da Secretaria Municipal de Recursos Humanos no Instagram (https://www.instagram.com/rh.londrina/).

Diretor administrativo da Cops-UEL, Roberto Mantoani. Foto: Emerson Dias / NCom

Conforme o diretor administrativo da Cops, Roberto Mantoani, é muito positivo que o órgão execute o concurso da Guarda Municipal, pois isso mostra a credibilidade da coordenadoria e da UEL, assim como o reconhecimento que possuem por parte da comunidade londrinense. “Estamos muito satisfeitos por poder contribuir com o município, de forma que toda a sociedade receba os benefícios desse concurso público. A Cops sempre está à disposição e conduziremos o processo com toda a segurança que ele exige, certos de que traremos o melhor resultado para a Prefeitura de Londrina”, disse.

O concurso deve ser válido por dois anos, prorrogáveis por mais dois. O último processo para contratação de guardas municipais foi aberto pela Prefeitura em 2012. Um agente da Guarda Municipal de Londrina tem carga horária semanal de 36 horas e recebe inicialmente cerca de R$ 3 mil. A instituição foi criada através da Lei Municipal nº 10.774/09, que instituiu a Secretaria Municipal de Defesa Social. Todos os dias, as equipes do órgão percorrem as ruas e avenidas da área urbana e rural, para garantir a segurança e o bem-estar da sociedade.

Texto: Ana Paula Hedler e Ulisses Sawczuk

Etiquetas
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos