Cidadão

Estudantes recebem ação educativa sobre o combate ao Aedes aegypti

Objetivo é evitar a proliferação do mosquito, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela

A prevenção ao mosquito Aedes aegypti é a única forma de combate às doenças dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Por isso, é fundamental educar a população, inclusive os jovens e crianças, para que contribuam na luta contra o mosquito e, mais do que isso, sejam multiplicadores das informações na comunidade. Pensando nisso a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) tem realizado uma série de ações de sensibilização na cidade.

Uma delas acontecerá nesta quarta-feira (11), das 8h30 às 11 horas, em um colégio particular localizado na Rua Ivaí, 317, Vila Nova. Participarão cerca de 25 alunos de 6 a 10 anos de idade. No local eles receberão diversas informações, entre elas sobre o descarte correto de lixos e outros recipientes, para que eles não sirvam de criadouros do Aedes, além de contribuir com a preservação do meio ambiente.

A educadora em Endemia da SMS, Lucimara Vasconcelos, contou que os alunos aprendem de forma lúdica, pois é levado o larvário, que contém as diversas fases do Aedes, passando do ovo, larva, pupa ao mosquito adulto, além da maquete do quintal certo e errado, no que diz respeito à prevenção da proliferação do mosquito. “Levaremos ainda alguns materiais lúdicos, que simbolizam os possíveis criadouros, para que os alunos tenham maior conhecimento dos objetos que podem acumular água e, consequentemente, se tornarem criadouros do mosquito transmissor da dengue”, disse.

Lucimara destacou que é fundamental promover ações com jovens e crianças, porque eles são multiplicadores das informações para os familiares, vizinhos e comunidade. “Com isso nós reforçamos o conteúdo que os professores ministram em sala de aula e eles podem vivenciar esta realidade na prática”, afirmou.

Interessados em levar as ações para seus locais de atuação podem entrar em contato por meio do 0800-400-1893, agendando das 13 às 14 horas, ou pelo e-mail educaendemias@saude.londrina.pr.gov.br. O Disque Dengue também recebe denúncias de possíveis focos do mosquito.

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com a Coordenação de Endemias da Saúde, pelo telefone 3372-9427.

Etiquetas
Mostrar mais

Dayane Albuquerque

Gestora de Comunicação - Jornalista Prefeitura Municipal de Londrina

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos