Cidadão

Prefeitura cadastra animais domésticos no Residencial Flores do Campo

Objetivo é inserir os cães e gatos no programa municipal para castração, vermifugação e chipagem

Uma ação conjunta da Prefeitura de Londrina, Câmara Municipal e 4ª Companhia Independente da Polícia Militar (PM) do Paraná, foi realizada na manhã desta quarta-feira (9) no Residencial Flores do Campo. A equipe da Diretoria de Bem-Estar Animal da Secretaria Municipal do Ambiente (SEMA) realizou o cadastro de famílias moradoras do Flores do Campo, que possuem animais domésticos. O objetivo é levantar os dados dos responsáveis para que os cães e gatos sejam castrados, por meio do programa de castração desenvolvido na Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo a diretora de Bem-Estar Animal da SEMA, Graziella Santana Damante, o levantamento foi realizado com 40 famílias. Dados como nome completo, telefone, endereço, quantidade de animais domésticos que a família possui, sexo, espécie, entre outros, serão repassados, nesta semana, para a Saúde.

Foto: Torrecillas/CML

O Programa é coordenado pela Diretoria de Vigilância em Saúde (DVS), e voltado às famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família, registradas na Secretaria Municipal de Assistência Social. A iniciativa da Prefeitura garante castração, chipagem e vermifugação dos cães e gatos. “Nossa expectativa é repassar esses dados à Saúde ainda nesta semana, para que sejam inseridos no cronograma de castração”, contou Graziella.

No total, foram cadastrados 103 cães e 89 gatos. A diretora de Bem-Estar Animal da SEMA explicou que, além de cadastrar os animais domésticos das famílias no Residencial Flores do Campo, a ação conjunta também teve o objetivo de avaliar como os animais têm sido tratados, prevenindo a ocorrência de maus-tratos. “Para viabilizar a adesão ao programa de castração, pretendemos viabilizar o transporte desses animais. São medidas importantes para garantir o controle populacional, para que essas famílias não tenham excesso de animais e possam cuidar melhor deles. E é um ganho muito grande também para a saúde do próprio animal”, frisou.

A vereadora Daniele Ziober, que coordenou a iniciativa, acrescentou que todos os cães cadastrados receberam vermífugos fornecidos mediante doação. A atividade teve também participação de voluntárias da ONG SOS Vida Animal, incluindo uma veterinária. “Sabemos que ali há muito abandono de animais e casos de maus-tratos, então foi uma medida preventiva. Os moradores precisam saber que os animais são protegidos por lei, e essa é uma ação em prol da saúde dos animais e da própria comunidade. Quem gosta de animais precisa saber como e a quem denunciar, e quais políticas públicas temos destinadas a proteger os animais, como o direito a transporte em ônibus, táxis e motoristas de aplicativos”, destacou.

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com a diretora de Bem-Estar Animal da SEMA, Graziella Santana Damante, no 3372-4758.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos