Destaques

Prefeitura fortalece comunicação virtual durante a pandemia

Setor adotou um esquema de coletivas de imprensa virtuais, realização de lives, envio de material gravado para os veículos de comunicação, além de boletim diário sobre o coronavírus, visando garantir a segurança de todos

O Núcleo de Comunicação (N.Com) da Prefeitura de Londrina não fugiu à nova regra mundial de quebra da rotina de trabalho com a chegada da Covid-19. Para jornalistas e assessores de comunicação, a pandemia significou novas tarefas em um ritmo ainda mais veloz e com tudo aliado à garantia de segurança  dos profissionais do setor e das fontes de informação. Parte da equipe está em home office e o uso de máscaras e álcool em gel passaram a fazer parte do dia a dia da redação. São as entrevistas, porém, as atividades que mudaram mais radicalmente de formato.

Foto: Tadeu Felismino / Chefia de Gabinete

Com ajuda da tecnologia, as coletivas de imprensa, comuns no universo do N.Com, passaram a ser transmitidas pela internet nos canais de comunicação da Prefeitura. Sempre em tempo real para que os jornalistas, muitos também em home office, possam fazer questionamentos e ponderações ao vivo. Os veículos de comunicação são avisados das ações via WhatsApp, para também terem a opção de enviar perguntas com antecedência.

Após a transmissão são disponibilizados imagens, vídeos e áudios das coletivas, garantindo acesso aos que não puderam participar. Também se criou uma rotina de lives, transmitidas nas redes sociais da Prefeitura, para divulgar, à comunidade, as ações adotadas pelo município no combate ao coronavírus. É o próprio prefeito Marcelo Belinati quem conduz a maioria das lives com muitos dados e informações, que atraem sempre grande público de internautas.

Foto: Reprodução

E para reforçar a transparência e agilidade, o Núcleo de Comunicação adotou uma rotina diária de envio de boletins sobre o Coronavírus. São enviados os dados com a quantidade de casos confirmados de Covid-19 em Londrina, pacientes recuperados, os que estão em isolamento ou internados, além de óbitos decorrentes da doença.  O boletim também traz gráficos sobre a curva epidemiológica da doença no município, bem como a incidência de casos por milhão de habitantes, a ocupação dos leitos, casos por sexo e idade e o mapa de casos por região.

A coordenadora do Núcleo de Comunicação da Prefeitura, a jornalista Carla Sehn, lembra que a vasta tecnologia disponível via web tem que ser aproveitada ao máximo para fazer com que a informação chegue com qualidade ao cidadão. “A equipe do Núcleo já vinha nos últimos anos adaptando a rotina de assessoria para as redes, como whatsapp, e trazendo a informação de maneira mais ágil no formato Blog. A grande virada tem sido procurar escrever diretamente para o leitor comum e não somente para os jornalistas”, garante. Carla destaca ainda que é importante que as pessoas procurem informações oficiais e fujam das chamadas fake news. “A rotina do setor mudou, mas os profissionais seguem comprometidos  com a veracidade dos fatos”, frisa a coordenadora.

O jornalista Neto Almeida, da Rádio Paiquerê 91,7, que tem acompanhado as transmissões do N.Com, disse que está achando ótima a nova rotina adotada pelo setor. “Acho que o trabalho mostrou rápida adaptação com novas tecnologias e a dinâmica de propagação do material está veloz. O material gravado está muito bom e os boletins diários sobre o coronavírus também estão bem esclarecedores”, enfatizou.

Foto: Emerson Dias

Integração – O trabalho é feito de forma integrada com as outras assessorias de comunicação dos órgãos públicos da Prefeitura, como da Sercomtel Iluminação, Contact Center, Sercomtel Tetelecom e a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU). “O alinhamento é importante sempre, mas neste momento ainda mais, pois, quando se fala em prevenção, cuidados, fiscalização, não estamos falando de um setor da prefeitura, mas de ações que envolvem toda a administração que, juntos, atuam no combate ao coronavírus”, destaca jornalista Sônia Lenira, redatora do N.Com.

Para o jornalista e assessor da Sercomtel Iluminação e da Contact Center, que presta serviços na área de comunicação, Marcelino Medeiros Junior, a integração dos serviços de comunicação é de fundamental importância no meio público, como é o caso da relação entre a Prefeitura, o Gabinete, as secretarias, órgãos e as empresas a ela vinculadas. “Este processo e a dinâmica implementada dão unicidade e precisão às informações que são levadas para a mídia e para os londrinenses. Esperamos estar correspondendo”, enfatizou.

O assessor de Comunicação da CMTU, José Otávio Sancho Ereno, coaduna com a mesma opinião. Segundo ele, esta integração é fundamental para potencializar as ações e unificar a comunicação dos órgãos públicos municipais.

O setor responsável pelas Mídias Sociais da Prefeitura de Londrina também se adaptou à nova rotina causada pela pandemia. Segundo o assessor executivo e produtor de Mídias Sociais, Alaor Oliveira, o Município dobrou o esforço de pessoas para fazer a gestão do conteúdo digital, produção de vídeos e posts no Facebook, Instagram, Twitter e Youtube e outros recursos, que geraram um impacto superior a 1 milhão de visualizações nos últimos 70 dias. “O trabalho também utiliza o WhatsApp para comunicação interna entre as secretarias e está desenvolvendo um modelo de conteúdo para usar o Linkedin”, informou.

Estrutura – Atualmente, os serviços jornalísticos do N.Com são feitos por sete profissionais de comunicação e pela coordenadora do setor, que respondem pelos textos, edição e fotos. Além disso, o departamento conta com estagiários de Jornalismo e técnicos em Gestão Pública. Com exceção do cargo de chefia, todos os outros profissionais são servidores públicos efetivos do Município. O Núcleo também conta com o apoio de assessores que prestam serviços ligados à comunicação e do setor de Relações Públicas, que no momento está alocado no Gabinete da Prefeitura.

Agrega, ainda, o serviço do Jornal Oficial, veículo de comunicação que torna público os decretos, as leis, as portarias, entre outras decisões acerca do âmbito municipal. O trabalho não parou nem um dia durante a pandemia, por ser essencial, inclusive contou com edições extras, publicadas até no período noturno, quando havia urgência em sua publicação. Desde que a pandemia iniciou em Londrina, há aproximadamente dois meses, foram publicadas seis edições extras no Jornal Oficial.

O setor também produz conteúdo para o Portal Coronavírus, página que reúne diversas informações importantes relacionadas à pandemia. Acesse clicando aqui.

Foto: Emerson Dias

O N.Com, assim como todos os outros setores da Prefeitura, criou um esquema de rodízio de servidores, durante a pandemia, para garantir o funcionamento do local e a segurança dos trabalhadores, adotando também o trabalho em home office, sempre que possível. A modalidade de teletrabalho foi regulamentada por decreto municipal. Além disso, os profissionais que trabalham presencialmente tiveram que inserir, em sua rotina, o uso de máscaras de proteção em tecido, medida obrigatória em Londrina. A prefeitura também disponibilizou álcool em gel para todos os servidores municipais.

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com a coordenadora do N.com, Carla Sehn, no 33724611.

Etiquetas
Mostrar mais

Dayane Albuquerque

Gestora de Comunicação - Jornalista da Prefeitura Municipal de Londrina, especialista em Comunicação Organizacional

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos