CoronavirusDestaques

Londrina vacina contra Covid-19 a primeira criança no Paraná

Isadora Libânio Despensieri, de 6 anos, recebeu na manhã deste sábado (15), no Centrolab, a primeira dose do estado para a faixa etária de 5 a 11 anos e com comorbidades

Foto: Vivian Honorato

A londrinense Isadora Libânio Despensieri, de 6 anos, foi a primeira criança com comorbidade na faixa de 5 a 11 anos a ser vacinada contra a Covid-19 no Paraná.

O Estado iniciou a imunização infantil contra a doença na manhã deste sábado (15), em Londrina, no Laboratório Municipal de Análises Clínicas (Centrolab), com a presença do prefeito em exercício, João Mendonça, o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, e o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado. Além de Isadora, outras nove crianças foram vacinadas, dando o início simbólico da proteção contra o  coronavírus para o púbico de 5 a 11 anos.

Foto: Vivian Honorato

“Estávamos esperando muito a vacina, pois eu sei que é uma maneira de proteger a Isadora. É uma conquista. As crianças sofreram muito com a pandemia, sem entender o que está acontecendo. Então, nós sabemos da importância da vacinação” disse a mãe, Gisele Libânio. Isadora possui, como comorbidade, a Síndrome genética chamada Deleção 1p36.

Ainda na sexta-feira (14), o governo estadual distribuiu o lote de 65.500 vacinas para as 22 Regionais de Saúde em menos de cinco horas. O quantitativo descentralizado representa cerca de 5% da população infantil do Estado, estimada em 1.075 milhão. Do total de doses para a regional, Londrina recebeu 2.590 imunizantes.

Foto: Vivian Honorato

“Mais uma vez, o governador Ratinho Junior cumpriu aquilo que havia prometido. Em poucas horas do recebimento da vacina pelo Ministério da Saúde, já havíamos descentralizado o lote para todo o Estado”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Ele explicou que a campanha seguirá pelos próximos meses. “Temos mais de um milhão de crianças em todo o Paraná e esse é um passo importante para a proteção de todas”, reforçou.

O secretário de Estado falou ainda do lançamento estadual da vacinação das crianças de 5 a 11 anos em Londrina. “Quero agradecer ao Município de Londrina pois simbolicamente damos aqui o primeiro passo para esta vacina da esperança. As mães e os pais estavam aguardando com bastante ansiedade para este momento. A organização de Londrina com vacinas agendadas foi bem encaminhada até agora, e não será diferente nesta nova etapa da vacinação”, declarou.

Foto: Vivian Honorato

O secretário municipal de Saúde de Londrina, Felippe Machado, elogiou a agilidade do Estado na distribuição das vacinas. “Nenhum outro estado se organizou neste ponto de distribuição como o Paraná. Nossa gratidão ao governador Ratinho e ao secretário Beto Preto. As vacinas chegaram ontem no Estado, e de forma rápida, chegaram no mesmo dia em Londrina, possibilitando que começássemos hoje a vacinar as crianças”, disse.

A expectativa da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) é de que, com o início da vacinação das crianças de 5 a 11 anos, os pais passem a cadastrar os filhos para que recebam a vacina. “No momento, estamos com 16 mil cadastros num universo de 40 mil conforme dados da Secretaria Municipal de Educação. Assim como ocorreu com outros públicos quando começou a vacinação, as pessoas procuraram de forma gradativa”, afirmou Machado.

O secretário municipal disse que ainda que a SMS tem como objetivo que as crianças voltem para a escolas no início do ano letivo de maneira segura. “A proteção adequada só vem com a vacina”, declarou.

Foto: Vivian Honorato

Machado lembrou ainda que quase 200 crianças com comorbidades e deficiências permanentes já entregaram os envelopes, e que estes já foram validados pela equipe da Saúde. Até o início da tarde de sábado (15), a SMS registrou 150 agendamentos para crianças receberem a vacinação, e a agenda permanecerá aberta com datas disponíveis a partir de segunda-feira (17), exclusivamente no Centro de Imunização da Zona Norte, que estará decorado com temas lúdicos e infantis para receber as crianças.

Desde sexta (14) à noite, além das crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, está liberado o agendamento para crianças nascidas até o dia 30/06/2010. Neste recorte, estão agendadas 1.500 crianças, informou o secretário municipal de Saúde.

Para crianças declaradas com comorbidades ou alguma deficiência permanente no cadastro prévio, os pais ou responsáveis precisam entregar documentação que comprove o quadro clínico. A entrega do envelope com a declaração médica e documentos pessoais deve ser feita na sede da Secretaria Municipal de Saúde, que fica na  Avenida Theodoro Victorelli, 103, em frente ao Boulevard Shopping. O cadastro prévio para esse público continua aberto e pode ser feito pelo Portal da Prefeitura, no link www.londrina.pr.gov.br/.

Etiquetas
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos