Cidadão

Unidades escolares participam da Semana do Combate ao Abuso Sexual

Objetivo é conscientizar as crianças e familiares para prevenir os abusos e sobre as formas de identificar e denunciar os casos suspeitos

A Rede Municipal de Educação de Londrina, por meio das escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIS), está realizando diversas atividades referentes ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado anualmente em 18 de maio e instituído pela Lei Federal nº. 9.970. O objetivo é conscientizar as crianças e familiares para prevenir os abusos e as formas de identificar e denunciar os casos suspeitos.

Segundo a assessora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação (SME), Mariângela Bianchini, tradicionalmente as unidades escolares municipais realizam, nesta semana, ações com este tema. O objetivo é ressaltar a prevenção com as crianças e o olhar atento que os educadores e familiares precisam ter para este tipo de situação. “A violência pode vir de onde menos se espera e ela está presente em todas as classes sociais. Esta semana vem como um alerta, principalmente para prevenirmos os casos de abusos contra as crianças”, explicou.

As unidades escolares estão realizando desde palestras e oficinas temáticas sobre a prevenção contra a violência sexual para pais e os alunos, teatros e contação de histórias para as crianças, com o objetivo de alertá-las de forma lúdica, até curso de defesa pessoal para mulheres. Na Escola Municipal Carlos Dietz está sendo desenvolvido, com 25 alunos, do segundo ano A, um projeto de plantio de girassóis, com uma sequência didática que aborda a proteção das crianças, os cuidados com o próprio corpo, as formas de prevenção ao abuso e agressões, o respeito às diferenças, às regra de convivência e à preservação do meio ambiente.

O girassol foi escolhido, pois o símbolo da campanha de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é uma flor amarela. Segundo a coordenadora pedagógica da escola, Eliane Molina, o projeto inclui uma contação de histórias e uma releitura do quadro Os Girassóis de Van Gogh, para desenvolver a sensibilidade artística das crianças, e finaliza com uma apresentação dos alunos para que eles digam o que aprenderam com o trabalho. “Por meio desta ação é possível trabalhar diversos conceitos importantes, como o respeito ao próximo e a conscientização da criança sobre a importância de recorrer a pessoas de confiança, caso alguém faça alguma coisa que ela não goste, mostrando que não precisa ter medo e que não está sozinha”, explicou.

O CMEI Tião Balalão optou por realizar uma contação de histórias, com o objetivo de mostrar, para 135 crianças com idade entre 0 e 5 anos, por meio de imagens e figuras, o reconhecimento e os cuidados com o corpo e as medidas de proteção. “É importante tratar este assunto desde cedo, para que as crianças reconheçam o próprio corpo, podendo prevenir situações de abuso”, ressaltou a diretora da unidade, Vivian do Val Bueno.

Violência em números – De acordo com dados do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS III), atualmente 794 casos estão referenciados no Centro. Este número corresponde aos que deram entrada ou já estão em acompanhamento. Destes, a maioria (41,3%) são de violência sexual; seguido por violência física (28%) e negligência (14,2%). Do total, 244 casos foram notificados em 2019, do início do ano até agora.

Casos de violência contra crianças e adolescentes podem ser notificados ao Conselho Tutelar de Londrina, que pode ser acionado pelo Disque 125, gratuitamente; também pelo Disque 100, serviço gratuito disponibilizado pela Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República; no Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes, que fica na Rua Gago Coutinho, 833, telefone 3325-6593; e no CREAS III, localizado na Avenida Rio de Janeiro, 1.288, telefone 3378-0563.

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com a assessora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, Mariângela Bianchini, no 3375-0277.

Etiquetas
Mostrar mais

Dayane Albuquerque

Gestora de Comunicação - Jornalista Prefeitura Municipal de Londrina

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Compartilhamentos